Reporter Catolico/

Em Formosa: “Nenhuma coisa a dizer que não seja Cristo”

-1552

Foto: arquidiocese de Brasília/Rafael Rodrigues

O bispo auxiliar de Brasília (DF) dom José Aparecido Gonçalves de Almeida foi designado pela Santa Sé para presidir as celebrações da Semana Santa na diocese de Formosa (GO). Ele estará à frente das Missas do Domingo de Ramos, do Crisma e do Tríduo Pascal. A intenção nestes dias é, de acordo com o bispo, ressaltar a “centralidade da vida cristã em Cristo, único e supremo pastor”.

Abalada pelos desdobramentos da operação Caifás – deflagrada pelo Ministério Público de Goiás na última segunda-feira, 19 – a Igreja particular já conta com um administrador apostólico, dom Paulo Mendes Peixoto, arcebispo de Uberaba. Mas para as celebrações da Semana Santa, terá a presença de dom José Aparecido, conforme pedido da Sé Apostólica.

O bispo ensina que as celebrações que antecedem a Páscoa “têm mensagens suficientes para conformar todo mundo e animar o presbitério e os leigos”, ressaltando a centralidade da vida cristã em Cristo, “único e supremo pastor”.

“Não tem nenhuma coisa a dizer que não seja Cristo”, resume, uma vez que as celebrações da Semana Santa conduzem ao ponto mais importante do ano litúrgico e centro da fé cristã: a morte e ressurreição de Jesus.

“Não vamos obscurecer a centralidade do Mistério Pascal por um problema circunstancial – que deve ser solucionado. Mas toda atenção estará no mistério de cada dia”, ensina, ponderando que também irá confortar o presbitério e os fiéis.

Dom José Aparecido irá colaborar com o administrador apostólico “naquilo que ele achar conveniente”, mas neste momento será o delegado para a celebração da Semana Santa.

FONTE - CNBB

Contador de Cliques

Compartilhe!