Reporter Catolico/

'Receita do Padre' com feijoada da Dadá reúne 800 pessoas na paróquia Ascensão do Senhor

-3047

Evento beneficente tem objetivo de arrecadar fundos para a construção de centro comunitário.

Por www.correio24horas.com.br

Samba, cerveja e feijoada, com direito ao tempero da renomada cozinheira Dadá. Ao pensar nessa combinação, perfeita para um domingo de sol em Salvador, logo vem a cabeça algum point badalado e boêmio de Salvador, como os situados no Rio Vermelho, Garcia ou Pituba. Contudo, o evento deste domingo (05) atraiu cerca de 800 pessoas paróquia Ascensão do Senhor, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), que recebeu a terceira edição da 'Receita do Padre'.

O evento beneficente tem o objetivo de angariar recursos para ajudar nos projetos desenvolvidos pela igreja por meio do Centro Comunitário Monsenhor José Hamilton, braço social da paróquia. A primeira edição do evento contou, de fato, com uma receita do padre Manoel Filho, pároco da Ascensão do Senhor, um risotto. Contudo, no ano passado, Dadá topou a missão de ser voluntária e fazer a refeição.

"A receita é do padre, mas a tempero é da Dadá. O padre dá apoio moral e convida o povo", brinca Manoel Filho, chamado carinhosamente de Mané pelos fiéis. "Nosso empenho é para as nossas ações sociais. A Receita do Padre surgiu há três anos, em cima desse conceito do padre cozinheiro. Há dois anos, Dadá se aproximou da gente, convidamos e ela veio. Todo o recurso arrecadado é para as obras sociais", complementa.

Em torno de 120 voluntários trabalharam no evento. Padre Mané lembra que, hoje, a paróquia conta com três vertentes de atuação social. Primeiro, em um coral com 40 alunos do Colégio Estadual, no próprio CAB. Segundo, com um trabalho de economia solidária com moradores da região de Sussuarana, que, mensalmente, fazem uma feira aos domingos para expor e vender produtos na igreja.

Por fim, a igreja desenvolve um trabalho de acolhimento a refugiados - hoje são atendidos venezuelanos, haitianos e senegaleses. Desde o ano passado, foram cerca de 70 acolhidos pela paróquia. "Já passaram paraguaios, uruguaios, iemenitas. Ajudamos com documentação, mas no caso dos venezuelanos, eles têm lei própria, a questão documental não é tão acessada. Damos apoio para montar casa, questão econômica, encaminhamos para emprego", conta o padre.

Nova sede

O foco, agora é a construção de uma sede própria para o centro comunitário. A paróquia já comprou o terreno, de mil metros quadrados, e agora vai para a construção. O coordenador da pastoral de eventos da paróquia, Paulo Matias, revela que a receita deste ano ganhou proporção maior do que no ano passado, quando cerca de 500 pessoas participaram. O objetivo é continuar expandindo.

Segundo ele, o custo total da construção da sede do centro comunitário, incluindo a compra do terreno, gira em torno de R$ 2 milhões. "Os eventos alimentam as ações sociais. Não só das festas, já temos cinco anos fazendo festa e outros eventos captando recursos", diz.

Além da Receita do Padre, a paróquia desenvolve outros dois eventos ao longo do ano, sendo a feijoada o primeiro. O Forró do Bem, realizado no período de festas juninas, é o próximo e o Festival Primaverão, em setembro, o último. O Primaverão é o de maior proporção, com cerca de 300 voluntários para atividades artísticas, gastronômicas e de lazer.

Acolhido no centro comunitário da paróquia, o venezuelano Joan Beria, 36 anos, está no Brasil há sete meses. Na igreja, além de ter ajuda com sua documentação, ele expõe e vende produtos com o toque da colunária venezuelana, como geladinhos gourmet com sabores exóticos e banana chips. "Para nós, essa recepção foi fundamental, pois tivemos que começar do zero aqui no Brasil", diz.

Frequentadora da igreja, a jornalista Carla Ferreira, 43, levou a família toda para o evento. Ao lado do marido, o advogado Rodrigo Morales, 42, e dos filhos Inácio e Charles, ela curtiu a feijoada pelo segundo ano seguido. Contudo, para além da saborosa refeição, Carla destaca o trabalho social por trás do evento. "Acho fundamental sempre pensarmos nesse papel social da igreja", afirma ela, que integra a liturgia infantil na paróquia.

No receita, a festa ficou por conta do sambista Juan Santiago. O evento ainda contou com o apoio da Bonni Alimentos e do restaurante Il Póllo Grill, que forneceram as saladas. A Totti Engenharia e as lojas Óticas Carol do Vitória Center e Wall Street também deram apoio à organização.

Contador de Cliques

Compartilhe!