Reporter Catolico/

Tragédia com imigrantes no Mediterrâneo gera novo apelo da ONU

-77

Acnur reitera apelo a UE para que salve imigrantes. O alto comissário da ONU para Refugiados (ACNUR), António Guterres,  voltou a reiterar a importância da adoção de um mecanismo robusto de resgate de migrantes e refugiados que usam esta rota para chegar a Europa. 

Mais de 400 migrantes continuam desaparecidos desde segunda-feira (13), quando a embarcação que estavam naufragou há 120 quilômetros ao sul da ilha de Lampedusa, na Itália.  A itália conseguiu salvar 142 pessoas e resgatou oito corpos.

O chefe do ACNUR defende a adoção de um programa mais completo pela Europa, que inclua oportunidades de realojamento, admissão humanitária e mais flexibilidade na emissão de vistos, bem como um mecanismo eficaz de patrulha que possibilite aumentar o número de migrantes resgatados no mar Mediterrâneo.

Em 2015, cerca de 31.500 pessoas tentaram cruzar o Mediterrâneo para chegar à Itália e Grécia, o primeiro e segundo país de chegada, respectivamente. 

por Roseli Lara (Rádio Migrantes Português )

Contador de Cliques

Compartilhe!