Devotos celebram Santo Antônio, padroeiro dos humildes

Devotos celebram Santo Antônio, padroeiro dos humildes

Foto Arquivo RC

 

Segunda, 31 de maio de 2021

 

RC - Os católicos de todo o mundo comemoram no dia 13 de junho, a data do santo conhecido pela fama de  casamenteiro. 

 

Na Diocese de Jequié-Ba, Santo Antônio é celebrado na Catedral e nas Paróquias das Cidades de Itiruçu, Mirante, Irajuba. Também no Km 100 Distrito Serrana-Brejões, e como co-padroeiro na Paróquia do Santíssimo Sacramento, no Bairro Curral Novo.

 

Santo Antônio normalmente é representado em imagens segurando o menino Jesus e é um dos santos mais populares do Brasil, também considerado um dos mais importantes do Catolicismo.

 

A data de sua celebração é a mesma em que ocorreu o seu falecimento e, apesar de ser conhecido como o “Santo Casamenteiro”, Santo Antônio também recebe o título de “padroeiro dos humildes”, pois ele distribuía alimentos aos menos favorecidos. Daí surgiu o “pão dos pobres”, também conhecido como “pãozinho de Santo Antônio”.

 

E também protetor das coisas perdidas. É o Santo dos milagres e fez muitos ainda em vida. Durante suas pregações nas praças e igrejas, muitos cegos, surdos, coxos e muitos doentes ficavam curados. Redigiu os Sermões, tratados sobre a quaresma e os evangelhos, que estão impressos em dois grandes volumes de sua obra.

 

Santo Antônio ou Fernando Antônio de Bulhões, seu nome de nascença, nasceu em Lisboa, Portugal, em 15 de agosto do ano de 1195. De família nobre e rica, era filho único de Martinho de Bulhões, oficial do exército de Dom Afonso e de Tereza Taveira. Sua formação inicial foi feita pelos cônegos da Catedral de Lisboa. Antônio gostava de estudar e de ficar mais recolhido.

 

Santo Antônio morreu em Pádua, na Itália, em 13 de junho de 1231, com 36 anos. Por isso ele é conhecido também como Santo Antônio de Pádua. Antes de falecer nas portas de Pádua, Santo Antônio diz: ó Virgem gloriosa que estais acima das estrelas. E completou, estou vendo o meu Senhor. Em seguida, faleceu.

 

Santo, conhecido como casamenteiro, é o segundo com maior número de devotos no Brasil

 

Contador de Cliques

Compartilhe!