Reporter Catolico/

Ministro das comunicações conhece projeto pioneiro de radioestrada

-339

Serviço experimental na rodovia Presidente Dutra, ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro, oferece informações via rádio aos usuários.

 

O ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, conhece uma experiência pioneira: o projeto de radioestrada implantado na Rodovia Presidente Dutra, que faz a ligação entre São Paulo e Rio de Janeiro. "É um serviço que deve ser implementado em todas as rodovias que tenham um fluxo de tráfego que justifique essa atividade.

 

Ele reduz o número de acidentes e de vítimas fatais nas estradas. É um ganho para o País tanto no sentido humano quanto econômico." A CCR FM Nova Dutra é o primeiro serviço de FM sincronizado via satélite dedicado a uma única rodovia. A emissora começou a operar em julho de 2013, depois de obter aprovação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para atuar em caráter experimental e científico.

 

O estúdio da emissora está localizado em Santa Isabel (SP), de onde o sinal é emitido a 40 antenas de transmissão, localizadas ao longo da via Dutra. A CCR FM Nova Dutra transmite informações aos cerca de 1 milhão de usuários que trafegam diariamente pela rodovia. Pela frequência 107,5 MHz, o serviço oferece 24 horas de programação exclusiva, que também abrange informações sobre obras, campanhas de segurança e de direção defensiva, notícias gerais, além de informações sobre as 36 cidades localizadas às margens da rodovia que liga São Paulo ao Rio.

 

Com a mesma sintonia ao longo de toda a extensão da via Dutra, a emissora traz informações em tempo real sobre as condições de tráfego. O serviço de transmissão oferece, ao vivo, 24 horas de programação exclusiva, que também abrange informações sobre obras na rodovia, campanhas de segurança e de direção defensiva, notícias gerais, além de informações sobre as 36 cidades localizadas às margens da rodovia que liga as capitais de São Paulo e do Rio de Janeiro

 

O serviço de radioestrada ainda não está regulamentado no Brasil. A emissora encaminha relatórios trimestrais para a Anatel, relatando as experiências, adaptações e problemas enfrentados. A partir desses dados, a Anatel deverá dar subsidio ao Ministério das Comunicações para a criação da regulamentação. "Queremos regulamentar esse serviço o mais rápido possível para que facilite a implantação em outras rodovias do País e que se consolide como uma tecnologia nacional", reforçou Berzoini.

 

por Marcos Beltramin

Contador de Cliques

Compartilhe!