Mulheres podem denunciar violência doméstica pelo WhatsApp na Bahia

Mulheres podem denunciar violência doméstica pelo WhatsApp na Bahia

Por Leandro Martins - Brasília

 

O combate à violência doméstica vai contar agora com mais um canal de denúncia na Bahia: é o WhatsApp Respeita as Mina. O diferencial da iniciativa é o uso de um software que utiliza inteligência artificial para responder de forma instantânea as mulheres que buscarem ajuda no número (71) 99099322.

A ferramenta foi criada pela Secretaria de Políticas para as Mulheres do estado, com o apoio da Secretaria de Segurança Pública baiana.

Os diálogos são apenas por mensagem de texto, porque muitas vítimas ficam impossibilitadas de fazer uma ligação na presença do agressor.

Atendentes podem acionar a polícia militar nas situações de emergência. O projeto é pioneiro, e foi pensado de forma a evitar o deslocamento das vítimas às delegacias com a pandemia do novo coronavírus.

Caso queira obter apenas orientações, ao acessar o WhatsApp Respeita as Mina, a usuária pode clicar em um link que informa quais são os órgãos que compõem a rede de atenção à mulher em situação de violência, e as atribuições de cada um deles; também explica como fazer uma denúncia; como obter uma medida protetiva de urgência; e o que fazer em caso de violência sexual.

O sistema também informa outros canais de denúncia, como o Disque 180, da Central de Atendimento à Mulher. O serviço funciona todos os dias, 24 horas e é gratuito.

Também é possível acessar o WhatsApp Respeita as Mina por meio do site da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Bahia: mulheres.ba.gov.br.

 

*reportagem: Bianca Paiva

Contador de Cliques

Compartilhe!